Tuesday, January 13, 2009

Xutos & Pontapés 30 anos de rock!



Certamente estarão a estranhar porque é que não estou a fazer um post de congratulações ao nosso CR7, ou melhor dizendo ao melhor jogador do mundo…

Embora esteja contente com este feito, acho que já muito se tem falado deste craque do futebol português, e por certo, haverão outros blogs que o vão homenagear. Por isso, preferi homenagear outros Portugueses que ,ao longo dos últimos 30 anos, se destacaram no nosso panorama musical .

"Não foi a uma terça, mas antes a uma sexta-feira 13 (de Janeiro, em 1979) que um concerto nos Alunos de Apolo, em Lisboa, marcaria o dia em que daí para a frente se celebraria cada aniversário de uma das bandas de rock portuguesas mais antigas no activo, os Xutos & Pontapés."

Hoje celebram o seu 30º aniversário, mas já há mais de uma década que a longevidade da sua carreira e alguns traços comuns entre músicos lhes granjeou o epíteto de Rolling Stones portugueses. E viriam a abrir para os originais, em 27 de Setembro de 2003, no Estádio Municipal de Coimbra. O sonho tornar-se-ia, assim, realidade para os Xutos, conforme o diriam.


Mas os Xutos & Pontapés garantem, ainda hoje e mesmo percorrendo o país de lés a lés, casa cheia por conta própria. O Pavilhão Atlântico testemunhou isso em 1999, no concerto dos 20 anos. (…) Mostram em Novembro de 2005, como conseguem arrastar novamente consigo os seus admiradores, desta vez ao Coliseu dos Recreios e por três vezes, na final da tournée “Três Desejos”.

Os Xutos & Pontapés foram agraciados pelo Presidente da República Jorge Sampaio com a Ordem do Infante D. Henrique em 2004. Nesse mesmo ano, os Xutos deram dois concertos no Pavilhão Atlântico, em Lisboa, nos dias 8 e 9 de Outubro para celebrar os seus 25 anos de carreira. A canção "O Mundo ao Contrário" do álbum homónimo foi escolhida para musica oficial do filme "Sorte Nula", que conta com uma breve participação de Zé Pedro como actor.

Em 2008 é a vez do Campo Pequeno se preparar para o circo e para as feras, agora em rodada dupla, recordando o 20º aniversário do álbum “Circo de Feras” com um espectáculo feito de acrobacias visuais e sonoras para vestir de outras cores os originais desse disco histórico da carreira dos Xutos.

Os 30 anos não são diferentes. Há disco novo prestes a sair, com 13 temas. O primeiro é ‘Quem é Quem’, single de apresentação do 12º registo de estúdio da banda, com lançamento marcado para o dia 23 de Março.

O novo single é apresentado ao vivo, no Pavilhão de Portugal, hoje, terça-feira, dia 13 de Janeiro, 30 anos depois.

É caso para dizer que estou velha!

Parabéns "Xutos", vocês são os maiores!

E espero que continue a ser sempre "à vossa maneira"!

Saudações diabólicas.

4 comments:

korrosiva said...

Eu fui ver o concerto dos 25 anos ao Atlantico, e sem duvida que ainda hoje em palco são uma banca que faz mexer gerações :))

beijinhosss

Rui said...

Os Xutos são aquela banda que me acompanharam sempre durante a vida. Já perdi a conta aos concertos que vi deles. E nunca fui um "fã" propriamente dito.

Mas mais do que qualquer concerto, ver ao vivo o musical "Sexta-Feira 13" foi até hoje a experiência mais envolvente com a música deles. Foi fenomenal!

Que continuem por muitos mais anos.

O Pinoka said...

Os resistentes. Merecem o sucesso que têem tido, são humildes e mantêm há 30 anos o mesmo registo de rock simplista que os caracteriza e que nunca desilude os fãs.
Parabéns Xutos.

Beijocas

Grão Vizir said...

Fui vê-los já algumas vezes e também não sou um grande fã, mas reconheço que todas as musicas que eles compõem são sempre porreiritas...

A 'não sou o único' ,à qual o Tim também cantou no grupo 'Resistência', é a minha favorita deles.