Friday, January 16, 2009

A saudade... haverá vida para além da morte?


"A saudade nada mais é do que a prova que o passado valeu a pena"

Nunca te esquecerei meu pai. As saudades irão permanecer para sempre no meu coração, o vazio da tua ausência dói cada vez mais.

Não me consigo conformar.

O único alento que me resta é o de que nos possamos voltar a encontrar...

Ama-te-ei para toda a eternidade.

Caros leitores desculpem este "egoísmo", mas tenho necessidade de continuar a homenagear o meu amado pai. Espero que entendam este momento.

Gostaria de vos perguntar se acreditam na vida para além da morte?

Acham que é possível nos voltarmos a encontrar com aqueles que partiram? Ou por outro lado, acham que quando um ser vivo morre findou-se o ciclo e nada mais há para além disso?

É importante para mim auscultar as vossas, sinceras, opiniões.

Saudações diabólicas.

19 comments:

Joana said...

Como eu te compreendo... e como partilho esse sentimento contigo, sabes disso.

Eu acredito e preciso de acreditar que isto é uma "viagem cósmica" com várias passagens e que um dia... vamo-nos encontrar novamente.

Acredito que temos várias vidas e que nelas voltamos a estar com as pessoas que amamos e que são importantes para nós.

Não posso imaginar que isto é o fim... se assim for não tem qualquer sentido.

Por isso...acredito do fundo do coração que na próxima vida vou voltar a comer bolo de bolacha com o meu pai e a partilhar com ele bons momentos.

O meu pai dizia que a missão dele era "dar-me asas para eu voar e as lições básicas"... o problema é que fiquei a meio das lições...e em algumas não tive concentrada. Faz-me falta, muita.

Mas agora a missão dele...e do teu pai é olhar por nós. Acredito que sabem fazer isso muito bem. :)

Abraço apertado...apertadinho!

Para ti..o maior abraço do mundo.
Aos poucos e poucos vamos conseguindo, pé ante pé, escalar o poço sem cair.

korrosiva said...

Muito honestamente, não creio que exista nada mais para além da morte.
Acho que o amor e respeito que temos por alguém tem de ser demonstrado em vida, a cada dia que passa.

As pessoas só morrem no momento que nos esquecemos delas.
Até lá podem continuar vivas no nosso coração eternamente.

Um beijinho

Grão Vizir said...

Pessoalmente, também creio que não.

É daquele tipo de coisas que nunca se irá descobrir, basta pensar que na mesma medida não sabemos quem está para nascer como não sabemos datas especificas para determinada pessoa morrer. E mesmo quando se morre, nunca saberemos o que acontece depois, é algo que apenas podemos supôr...

Eu creio que com as pessoas que deixam de viver, o que acontece é o mesmo quando estamos a dormir sem estar a sonhar, ou seja, é aquele vazio, o que acontece de diferente é que não voltamos a acordar...Deixamos de existir...

Força!
bj

O Pinoka said...

Eu acredito que não acaba aqui. Acredito que quem parte nos vê, não sei de onde, mas vê. E que nunca se afasta daqueles que amou.
Podem dizer, “ Que parolo!”, mas é verdade, acredito mesmo. Se calhar é uma defesa instintiva para tentar atenuar a dor de quando se perde alguém de quem se gosta, mas sinto isto de facto. E mais, acredito que o pessoal se junta todo, não fisicamente, claro, mas de alguma forma. Há-de haver alguma forma.

Beijocas

Casemiro dos Plásticos said...

Saudade é dos sentimentos mais belos desta vida, também tenho saudade do meu avó :9
beijo

Diabólica said...

JOANA,

"Não posso imaginar que isto é o fim... se assim for não tem qualquer sentido", esse ainda é o meu refúgio, o meu alento, tenho medo é se nada for realmente assim....

Muitos beijinhos e um grande abraço. Força para ti também!

Diabólica said...

KORROSIVA,

"Acho que o amor e respeito que temos por alguém tem de ser demonstrado em vida, a cada dia que passa.", concordo inteiramente contigo, e no meu caso fi-lo até ao último momento, mas sabes parece que soa sempre a pouco...

"As pessoas só morrem no momento que nos esquecemos delas.
Até lá podem continuar vivas no nosso coração eternamente.", nesse caso fico muito feliz, porque, no que depender de mim, ele nunca morrerá.

Beijinhos e obrigada.

Diabólica said...

GRÃO VIZIR,

Pois, tens razão, mas se considerarmos a dúvida, acredita que quando perdemos alguém muito querido para nós, a dúvida é deveras angustiante.

Beijinhos e muito obrigada pelo carinho.

Diabólica said...

PINOKA,

"Eu acredito que não acaba aqui. Acredito que quem parte nos vê, não sei de onde, mas vê. E que nunca se afasta daqueles que amou.", isso é aquilo que ainda me vai mantendo "viva", se é que me faço entender.

Se não já não sei o que seria de mim...

Deus queira que seja mesmo assim.

Muito obrigada, beijinhos grandes para ti.

Diabólica said...

CASE,

E eu do meu pai. Sempre teremos saudades daqueles que amamos verdadeiramente, não é? É humano que assim seja.

Obrigada pela força. Beijinhos grandes.

Bruno Fehr said...

Eu acho que o passado valeu a pena, pois fez de mim que sou hoje, mas nao sinto saudades de nada.

Priscila Lisboa said...

Nossa,como sei o que sentes,vazio que se agiganta repleto de sentires.
Uma dor... dor que devassa...
Um freio de dor que amarra todas as palavras e inunda de lágrimas.
...Choro...
Perdi alguém "que amo" recentemente,dia 05/01 deste ano...
Nessas horas a gente se apega no que aparentar "alívio" pra essa dor que se agiganta...
É bom pensar num "reencontro",dá alivio a Alma doída...

Um ABRAÇO DE CONFORTO em sua Alma dolorida...

Diabólica said...

BRUNO FEHER,

É verdade, mas eu ainda não consigo deixar de sentir saudades. E acho que nunca vou conseguir...

Beijinhos.

Diabólica said...

PRISCILLA,

"Uma dor... dor que devassa..", é que é isso mesmo, a dor corta-nos, parece que nos arrancaram um bocado...
"É bom pensar num "reencontro",dá alivio a Alma doída...", acho que é isso que me mantém viva, mas quando penso que tudo poderá não passar de uma ilusão, fico arrasada.

Lamento a tua perda, espero que aos poucos e poucos vás conseguindo lutar contra essa dor, no fundo torná-la menos dura.

Obrigada pela força!E força para ti também.

Beijokas.

Anonymous said...

Que ganda saloiada. Mais parece o correio do coração da revista Maria

Sapo said...

Para o anónimo, há pessoas muito baixas nem tem a coragem de se identificar se não tem medo diga quem é para receber a resposta como uma verdadeira pessoa não um cobade que se esconde por traz de um anónimo....

Há pessoas, animais pois esse não merece a classificação de pessoa, muito baixas....

Diabólica said...

SAPO,

Mais uma vez te agradeço teres defendido a integridade do meu blog, mas ,amigo, não vale a pena dar ouvidos a pessoas mal intencionadas, e que não têm um pingo de educação, nem de sensibilidade.

Escrevem só para ofender, nada mais.

É caso para dizer: "os cães ladram e a caravana passa".

Beijinhos e vê se escreves algo no teu blog! Já tenho saudades dos teus posts.

Anonymous said...

Eu sou da mesma opinião, acredito que há vida para além da morte. Digo isto porque também acredito que a nossa vida é guiada por espíritos que nos querem o bem, mas por vezes somos "engolidos" por maus espíritos, mas os espíritos bons conseguem vencê-los...

Anonymous said...

nao sei se avera vida para alem da morte so sei dizer que tenho muitas saudades do meu adorado filho que foi embora sem me dar um esplicaçao a saudade mata-me dia a dia