Thursday, January 18, 2007

SIMPLESMENTE VERGONHOSO!









Como alguns de vós terão tido oportunidade de ver nos nossos meios de Comunicação, Social ( nomeadamente na TVI), há sensivelmente 3 semanas ,ocorreu um violento acidente em Lisboa.

Mais precisamente, na Rua do Sol a Santana, local onde fica situado o IML(Instituto de Medicina Legal de Lisboa), e a entrada principal do Hospital de S. José.

A situação resume-se ao seguinte: um veículo circulava a descer a rampa da dito local, eis se não quando, sem se saber exactamente porquê, o condutor da viatura vai direito a um extenso corrimão, que se localiza, junto ao passeio que vai ter à Rua de S.Lázaro.

O embate foi de uma violência tal que, uma parte considerável do corrimão (de ferro) partiu, e o automóvel entra em queda e vai parar em cima de uma mesa, também ela de ferro, que ali se encontra para efeitos de lazer.

Como será facilmente imaginável, o estrondo foi de tal ordem que, de imediato várias pessoas se deslocaram ao local para perceber o que havia sucedido.

Nessa altura, o cenário era violento, o carro sofreu uma queda de cerca de 4/ 5 metros e o veiculo encontrava-se em cima de uma das ditas mesas, com o tejadilho para baixo e as rodas viradas para o ar.

De imediato os populares chamaram o 112. Justiça seja feita que o INEM, e os Bombeiros chegaram ao local num tempo muito razoável.

Os Médicos do INEM, falaram com o acidentado, para testarem a sua consciência e efectuaram todas as diligências que entenderam necessárias.

O Sr. encontrava-se consciente, e foi falando com os Médicos presentes no local, ao mesmo tempo que os Bombeiros tratavam do desencarseramento do indivíduo.

Como será fácil de calcular, esta foi uma operação que foi feita com todo o profissionalismo e calma possíveis. Assim sendo, demorou tempo, tempo suficiente para que cada vez mais pessoas se juntassem no local.

De denotar, que entre este, já considerável aglomerado de pessoas, se encontravam funcionários da Junta de Freguesia da Pena.

Após este lamentável incidente, seria de esperar que a Junta tomasse as devidas providências, para evitar futuras situações desagradáveis…

Mas, não após este acidente, não foram colocadas quaisquer protecções no local, nem nada que assinalasse o sucedido. E o pior voltou a acontecer.

A semana passada, um casal de Alemães passeava na zona, e encontrava-se a tirar fotografias e, infelizmente, a Sr.ª cai no local não isolado, onde havia ocorrido o acidente com o automóvel.

A queda foi fulminante para esta cidadã Alemã, que ao bater com a cabeça no chão, teve morte imediata.

Mais uma vez, o assunto foi falado por todas as pessoas do local.

No entanto, o Sr. Presidente da referida Junta de Freguesia, em entrevista a um canal de televisão, teve a frieza de dizer que não sabia do sucedido com o automóvel, e que por coincidência tinha passado há 45 minutos na zona, e não tinha visto nada!

Quanto à questão colocada pelo jornalista acerca das responsabilidades decorrentes, desta alegada negligência, o Presidente proferiu a seguinte frase: “ Não nos podem ser imputadas responsabilidades por algo que a Junta desconhecia”!

Ora, este comentário é quanto a mim, simplesmente vergonhoso, porque se não veja-se: como é que é possível que após o primeiro incidente, e tendo em conta como já tive oportunidade de referir anteriormente, que estavam presentes no local , empregados da Junta ,que assistiam ao desencarcerar do acidentado ,este “SR” não soubesse de nada???!!!

Aliás, este foi um acidente que foi sobejamente comentado pelos populares da zona, e a dita Junta fica praticamente em frente ao local, onde se verificaram estes incidentes.

Eu se fosse titular de um cargo no poder local, como é ocaso, teria vergonha de fazer estes comentários, e acima de tudo de os fazer da forma mais fria e insensível possível.

Sr. Presidente tenha vergonha e assuma a vossa falha!

Finalmente, a CML( Câmara Municipal de Lisboa), colocou logo após o falecimento da Sr.ª de origem Alemã, umas grades provisórias soldadas as que estão danificadas.

Será que mais uma vez a culpa vai “morrer solteira” neste país?

Quanto a mim, começo a ter vergonha de ser Portuguesa…

Saudações Diabólicas.




10 comments:

Topo de Gama said...

Desconhecia... Essa história é no minimo uma palhaçada!! Ja vi pessoas a processar instituições e dirigentes por bem menos que isso... Era o ke devia ter feito o Sr que ficou viúvo.. Va-se lá saber, se ainda não teria de pagar algo à junta!! :S

Vergonha de ser portugues nao tenho, mas sinceramente vou-me mentalizando de que temos um país onde acontecer coisas surreais e de uma falta de "esperteza" incriveis.. é uma pena, até porque somos na generalidade, boa gente...

tuga said...

Sabia da historia . . . do 1º acidente e do outro com a turista. Quanto ao Presidente da Junta. . . . obviamente que o DEMITIA.

Crystalzinho said...

É de lamentar que só se tomem medidas depois de acontecerem certos acidentes.
A desculpabilização é sempre a primeira atitude dos nossos governantes. O povo não pode alegar o desconhecimento da lei mas os nossos governantes desconhecem toda e qualquer coisa mas aquelas que acontecem nas suas areas de jurisdição.
O que mais lamento, é que somos todos culpadas da imponidade que se vive na nossa sociedade. Somos culpados pelo nosso silêncio, somos culpados pela maneira calma e calada com que aceitamos todas as explicações e todas as decisões.
Se o povo se unisse e protestasse contra todas estas situações, estes senhores pensariam duas vezes antes de deixarem d etomar certas medidas.
Mas o que acontece aos outros não nos diz respeito e os outros fazem o mesmo quando nos acontece a nós... vivemos de costas voltadas para os nossos vizinhos e cada vez deixamos que Portugal seja um país pior.
Tenho orgulho em ser portuguesa e uma grande tristeza por cada vez lutarmos menos por este nosso cantinho.
Bjs

Tuche said...

Gata só passei para deixar um beijo e desejar bom fim de semana :))

Diabba said...

Tal como o Topo, desconhecia isto, mas dizes tu que "mais uma vez a culpa vai morrer solteira" informo-te k a culpa já morreu, portanto hoje em dia ng tem culpa de coisa nenhuma, a culpa está morta e enterrada!!|

Beijos enxofrados

Belzebu said...

A impunidade da classe politica, é já uma imagem de marca da democracia portuguesa. Mas no entanto, continuamos sempre a ir ás urnas, eleger essa cambada!


Saudações infernais!

Diabólica said...

TOPO DE GAMA,

Não tenhas a menor dúvida que o é!
Esperemos que o Sr que ficou viúvo, já se tenha dirigido à sua Embaixada para que assim possa ser dividamente ajudado.

Mas, sim concordo contigo, com um bocadinho de sorte, ainda tinha que pagar à Junta por se ter colocado naquele local, naquele dia!

Beijinhos.


TUGA,

Era isso que devia ser feito, sem dúvidas. Aliás esse Sr se tivesse vergonha na cara, assumia as responsabilidades decorrentes destas 2 tragédias e demitia-se.

Beijinhos.

CRYSTALZINHO,

"A desculpabilização é sempre a primeira atitude dos nossos governantes", tens toda a razão.

Mas, sabes porque é que isso acontece? Na minha opinião, porque vivemos numa "República das Bananas"! Embora, digamos que vivemos num país Democrático.

Quanto a mim, e desculpa a vulgaridade do termo: VÃO, MAS É À MERDA COM ESTA DEMOCRACIA!

e SIM, ACHO QUE TODOS DEVIAMOS SER MAIS INTERVENTIVOS.

Se não, não sei onde é que isto vai parar!

Beijinhos.

Diabólica said...

TUCHÉ,

Um beijo para ti também. Bom fim de semana!

DIABBA,

Com esta, disses-te tudo:
"informo-te k a culpa já morreu, portanto hoje em dia ng tem culpa de coisa nenhuma, a culpa está morta e enterrada!!"

Beijos

BELZEBU,

Digo-te o mesmo que disse à DIABBA: "A impunidade da classe politica, é já uma imagem de marca da democracia portuguesa."

Nada mais te posso dizer.É isso mesmo.

Beijokas.

pé descalço said...

Diabólica

Portugal
a nossa terra
a nossa bandeira
a nossa língua
não têm culpa do povo que as maltrata
quando elege energúmenos
para cargos politicos
que nunca fizeram nada na vida
mas vivem à grande e à francesa
à conta de trabalha e paga impostos

ainda um dia isso vai mudar
mas temos de ser todos a sair à rua
a exigir responsabilidades
e protestar pela inercia
e falta de competência de quem manda

pé descalço said...

ups...

à conta de quem trabalha e paga impostos