Tuesday, November 04, 2008

O Futuro começa aqui!


Muito se tem falado sobre a iniciativa do nosso Executivo para dar um forte e decisivo impulso à qualificação dos Portugueses.

Refiro-me, concretamente, à iniciativa que dá pelo nome de: “ Novas Oportunidades”

Segundo José Sócrates: “A Iniciativa Novas Oportunidades, que procura dar resposta aos baixos índices de escolarização dos portugueses através da aposta na qualificação da população, concretiza-se em duas ideias-chave: uma Oportunidade Nova para os jovens e uma Nova Oportunidade para os adultos(…)uma opção clara e inadiável: a aposta na qualificação da população portuguesa.

O atraso que nos separa dos países mais desenvolvidos radica, em grande medida, no insuficiente nível de qualificação da população portuguesa. Esta é a questão central que temos de enfrentar. A solidez do processo de modernização do país depende essencialmente de vencermos a batalha da qualificação. É aqui que temos que combater. É aqui que temos que vencer.

A opção da qualificação tem merecido um consenso alargado na sociedade portuguesa e tem proporcionado progressos importantes nos últimos anos. Mas o ritmo de recuperação que alcançámos é ainda insuficiente. A nossa ambição tem de ser muito maior.

Temos de fazer mais, temos de fazer melhor e temos de fazer mais rápido. Precisamos de acelerar fortemente a qualificação dos portugueses, tendo em vista a convergência com os países mais desenvolvidos. Precisamos de objectivos ambiciosos e de uma estratégia clara. E precisamos de acção firme, persistente e determinada (…)”, blá, blá, blá, blá, blá, blá….

Ora, este discurso é todo ele muito bonito e politicamente correcto, mas como em muitas outras coisas, quando o passamos da teoria à prática é o descalabro total.

E, no fundo, é isso que tenho vindo a constar nas conversas que vou tendo com outras pessoas que se encontram no terreno, e com aqueles que entraram neste “comboio do conhecimento”, fruto destas mentes iluminadas!

Concordo que todos, sem excepção, merecem novas oportunidades, para se desenvolver pessoal e profissionalmente. Mas, quando estas assentam nos parâmetros ridículos em que estão assentar, já me parece que se trata mais de uma nova oportunidade de ridicularizar ainda mais os Portugueses, que por uma razão, ou por outra, não puderam progredir na sua educação.

E isso quanto a mim, nada mais é que não uma afronta, e um passar constante de atestados de estupidez ao nosso povo.

Se calhar quem precisa de uma nova oportunidade são os nossos governantes, pois a sua incompetência é tal que chega a roçar a falta de ética e de educação.

Afinal, em plena época pré -eleitoral nada como enganar o Zé-povinho com promessas de progressão, claramente patéticas.

Mas, sem mais delongas, vou-vos contar um episódio do qual tomei conhecimento e que me deixou francamente irritada, e literalmente com vontade de esganar a “Sr.ª Professora”( adiante designada por “Mariazinha”) que se diz formadora há mais de 5 anos e que desconhece o que é uma auto biografia.

Esta maravilha de Sr.ª, “proprietária” de uma suculenta ignorância, faz parte de um dos quadros docentes que coordena e lecciona a maravilha educativa que são as novas oportunidades…

No âmbito do curso pediu aos seus alunos que realizassem uma autobiografia.

Mas, quando uma pessoa não sabe o que é aquilo que pede, o resultado não poderá se não ser uma palhaçada, mas que tem uma criatividade, como é que lhe hei-de chamar…. Bem, para não bater mais no ceguinho fico-me por… assinalável!

Foi o que aconteceu.

Mas, antes de continuar gostaria de deixar aqui uma explicação, absolutamente gratuita, para a nossa mui querida “Mariazinha”.

Maria, filha uma autobiografia é a biografia escrita pela pessoa de quem a biografia fala, geralmente resulta de quando o autor procede ao levantamento da sua própria existência. O género da autobiografia inclui manifestações literárias semelhantes entre si, como confissões, memórias e cartas, que revelam sentimentos íntimos e a experiência do autor. A autobiografia, é a história do nosso eu, dos momentos marcantes da nossa vida desde a infância à fase adulta. Poder-se-á fazer, embora não seja obrigatória, um enquadramento histórico dos factos históricos ocorridos, à época, e que acompanharam a história de vida da pessoa em questão.

Através deste género literário, podem-se aferir várias características do aluno, das quais destaco: Capacidade de escrita, de construção frásica, de possíveis erros ortográficos e por que não da história do seu país?.

Acho que isso sim é importante para engrandecer a pessoa, e aumentar o seu nível de conhecimentos. No fundo, criar condições para a tão almejada evolução e qualificação de um povo, da qual nos fala o nosso Primeiro-Ministro.

Não será assim “Mariazinha”??? Mas, por que carga de água contínuo eu a fazer-te esta pergunta se já sei qual é a tua resposta: Tcharaaaan um redondo NÃO!

E agora perguntam-me vocês, porque dizes isso “Diabólica”, o que é que a “Mariazinha” fez que te deixou toda em labaredas???!!!

Ora este “cromo”, no final de mandar os seus alunos executarem esta “árdua tarefa”, deu algumas indicações de como fazer o trabalho. Indicações essas que não estavam totalmente erradas: Para que constasse, indicou que deveriam falar da sua vida desde a infância até aos dias de hoje (bem estou a beneficiá-la um pouco, mas…) e falar sobre factos históricos, sociais que tivessem tido lugar ao longo desse percurso.

E foi, com estas indicações, e com a ajuda de uma pessoa licenciada na área e já com provas dadas do seu trabalho, que uma amiga minha partiu para realização desta, que se viria a verificar, ser uma árdua tarefa.

No entanto, o impensável, aconteceu, após a entrega do trabalho, a docente, deparou-se com uma verdadeira autobiografia, e disse à aluna que não a podia considerar, não obstante de esta estar incrivelmente bem feita e de obedecer aos critérios indicados em sede de aula. Estas não são palavras minhas, mas sim da própria professora.

Então, e num acto de profunda solidariedade com a aluna, dá-lhe uma “nova oportunidade” de refazer o trabalho.

E esta assim o fez, entregando, um novo trabalho.

Preparem-se agora, sentem-se e respirem fundo porque a parte hilariante da história chega agora.

A docente indica à aluna que novamente o trabalho estava mal feito, porque o que se pretendia, era imaginem bem: “ uma descrição exaustiva da sua casa, dos electrodomésticos que tinha, se era frequente fazer limpezas em casa, se havia pedido empréstimos ao banco para aquisição do imóvel. Se sim qual era a instituição? Enfim, um rol de disparates que me recuso a continuar a repetir.

Para terem uma ideia só faltava a aluna ter que contar quantas davas, e em que dias!!!!

Calculo, na minha falta de sapiência, que o enquadramento histórico seria a história do electrodoméstico e da esfregona!! O que vos parece??? Deus me dê paciência.

A mim parece-me mais que esta Sr.ª terá uma parceria com os bandidos da zona e que queria apenas saber o que existia naquela casa para posteriormente a assaltarem!

Depois do home- jacking, do car- jacking, eis que é lançado o “Novas Oportunidades Jacking”!

A mim, pelo menos é o que me parece.

E é assim que se espera que este país evolua???

Por favor, alguém me explique isto, como se eu fosse muiiiiiiiiiito burrinha, porque sinceramente, a minha mente não veio “dotada de fábrica” para atingir tão completo currículo escolar!!!

Permita-me a questão Sr. “ Engenheiro”: este projecto faz parte do seu, não menos bem sucedido, “Simplex”??

Acontece que é tão simples, tão simples, tão simples, que depois de exprimido, não sobra nada, a não ser a vergonha de se viver neste país…

Pelo menos, é o que eu sinto.

É isto que pretendemos mostrar aos nossos parceiros Europeus, será este o nosso “cartão de visita”???

Tenham vergonha, e pelo menos uma vez na vida coloquem seriedade, profissionalismo, e ética naquilo a que se propõe.

“ Faz-me essa gentileza faz, não é por mim, é por eles”!!!!

E vocês caros leitores o que vos apraz dizer sobre esta perigosa situação?

Conhecem alguém que frequente este curso e que também tenha histórias para contar?

Deixem as vossas opiniões, sugestões, e se forem professores no desemprego, mas com capacidades intelectuais, mostrem o vosso currículo aos nossos governantes e esperem por uma “Nova oportunidade”. Bem, só não vos prometo que eles saibam ler, mas também eu sou demasiado exigente, no fundo o que é que isso interessa?!!

Por fim, deixo o anúncio que o nosso primeiro me entregou para quem estiver interessado em leccionar neste ambicioso projecto.


És Ladrão/ Vigarista/ Cunha jacking ou afins?

Tens o 9º ano?

Possuis escadas margiros próprias?

Tens boa preparação física?

Sabes entrar numa casa sem a utilização da vulgar chave?

Não sabes nem queres saber ler e escrever?

Muito menos conhecer a história de Portugal…

Se és um destes de que estás á espera???

Chegou a tua oportunidade de ingressares no maior organização de combate à sabedoria!

Inscreve-te já! Inscrições abertas “ad eternum”!


Saudações diabólicas.

20 comments:

O Pinoka said...

Quando este governo quer acabar com os chumbos até os doze anos, está explicado o nível de conhecimento que pretendem para os alunos deste país.
Facilitismo? Nãããããã….

Se quiseres espreita aqui:
http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1347967

Beijocas

Borboleta said...

Conheço uma pessoa que fez o 12º ano nas Noveas oportunidades, e realmente aquilo é uma tanga enorme! Fazer a tal autobiografia, é a única coisa que têm de fazer...
Uma miséria! Enfim!!!!
Beijinhos

Casemiro dos Plásticos said...

É as novas facilidades, é o que é.Que vergonha!
Anda um gajo a estudar para isto, quero é emprego antes/depois de me licenciar :O

Sapo said...

Não fiquei surpreendido pois o meu sobrinho que está no 6 ano está em historia a dar o período de d. João V, e o ouro do Brasil, isto antes de ter dado a descoberta do mesmo, bem isto é o mesmo que começar a correr os 10 metros barreiras antes de saber FALAR, isto está de mau a pior, se eu soubesse que isto ia acontecer não devia ter estudado desistia na 4 ª classe e divertia me, agora em 2 meses tinha o 12º ano.

Boa artigo parabéns. :)

Diabólica said...

PINOKA,

"Facilitismo????? Naaaaaaah", que ideia não é????!!! LOL

O que será que segue????

Pouca vergonha!

Mas, porque será que só se "importam" coisas más e as boas onde ficam?

Que tal se trazer para o nosso país outras realidades que nos poderão fazer, essas sim, evoluir, tais como: nível de vida, respeito pelo cidadão, cultura, etc., etc., etc.

Beijinhos diabólicas

Diabólica said...

BORBOLETA,

Há a autobiografia, afinal é a "prova" geral de admissão à estupidificação???

Pensava que a autobiografia, fosse apenas ali....

Enfim, sem comentários!

Beijinhos.

Diabólica said...

CASEMIRO,

Pois, o problema é que, e sem querer agoirar, provavelmente não o terás, porque o nosso país anda mais interessado a brincar ao factor "C", e ao faz de conta.

É uma miséria, sem dúvida.

Beijinhos

Diabólica said...

SAPO,

"Não fiquei surpreendido pois o meu sobrinho que está no 6 ano está em historia a dar o período de d. João V, e o ouro do Brasil, isto antes de ter dado a descoberta do mesmo, bem isto é o mesmo que começar a correr os 10 metros barreiras antes de saber FALAR,". LOOOOOOOOOL!!!!

Mas para quê saber como foi feita a Descoberta do Brasil, se eles podem ir directamente à descoberta das brasileiras/ brasileiros, de uma forma bem mais "QUEEEEEEEEEEENTCHI, né"???!!!!LOL

Eu às vezes até me espanto como é que ainda há brasileiros no Brasil! ;)))

Assim, passam da teoria à prática e aprendem a brincar com a "buceta", e isso sim é importante, na idade do teu sobrinho. Afinal, descobrir a vida sexual é descobrir o mundo, logo é mais completo do que descobrir apenas o Brasil!

Capiche????!!!! Lógico, que estou a brincar, a tentar rir para não chorar.

Também eu devia ter desistido na 4ª classe e, como sou mais ambiciosa , :)))) em 4 meses ficava com uma licenciatura.

Bem puchadinho, num ano tirava um Doutoramento!

Como vês, presentemente, temos um manancial de "Novas Oportunidades"!

Beijokas

Miguel said...

bem mas a menina escreve muito bem :)

amanha passo cá a comentar decentemente este assunto :P

beijinho

Diabólica said...

MIGUEL,

Já estou toda envergonhada :))))! LOL

Cá te espero, miguelito!

Beijokas

Marco Rebelo said...

hehehe :)

Barão da Tróia II said...

Em 75 passaram administrativamente, depois em 90 e picos passaram os técnicosa engenheiros, agora passam toda a cavalgadura a doutor! O país que temos, que merecemos e em que temos de viver, mai nada!
Bom fim de semana

Diabólica said...

MARCO REBELO,

Antes de mais, obrigada pela tua visita e mais uma vez parabéns pela tua actuação no S.Luís.

Volta sempre!

Beijinhos diabólicos.

Marco Rebelo said...

obrigado diábolica :) espero q tenhas votado :) mais uma vez obrigado pelo coment

Diabólica said...

CARO BARÃO,

"Em 75 passaram administrativamente, depois em 90 e picos passaram os técnicos a engenheiros, agora passam toda a cavalgadura a doutor!", só com isto já disses-te tudo, é uma vergonha nacional.

E, infelizmente, também tenho que concordar com a outra opinião que emitiste.

Temos o que merecemos porque nada fazemos para inverter a situação.

É pena que assim seja, mas sempre os mesmos não conseguimos fazer nada....

Beijinhos diabólicos.

Diabólica said...

MARCO REBELO,

De nada, sempre ao dispor:))

Ops, mas vou-me já retratar, porque realmente não votei....

Sorry!

Fui

beijokas

Joana said...

Só passei para deixar um beijinho e agradecer pelas palavras :)

Grão Vizir said...

Devias ter posto mais 'bla bla blas' porque isto hoje foi bem extenso lolol

Em relação à situação em si, não fazia a minima ideia da parte da autobiografia, e algo me diz, assim algo aqui bem fundo me diz uma certa coisinha: Mas que porcaria é esta?! Autobiografia para concluir 12ano?!

Autobiografias faço eu todos os dias e basta um 'ah e tal sou um bocado estupido' para toda a gente perceber como eu sou e não ter de fazer rigorosamente mais perguntas, mas caramba, se fosse preciso eu dizer isso para passar o ultimo ano do secundário, ia a correr e saltitar para a escola fazer isso....

Realmente este Estado portugueses é dominado por SOcretinos....

Diabólica said...

JOANA,

Um beijinho grande para ti também. Muita força!

Jokas.

Diabólica said...

GRÃO VIZIR,

É verdade desta vez estendi-me um pouco:))), mas este assunto é um daqueles que me dá cabo dos nervos.

"Realmente este Estado portugueses é dominado por SOcretinos...." LOOOOOOOOOOl

Palavras para quê, és um artista português!

Obrigada pelo excelente e bem humorado comentário.

E o meu pedido de desculpa pelo testamento, mas teve de ser.

Beijinhos diabólicos.