Sunday, December 02, 2007

O princípio do fim...



Antes de mais, obrigada a todos aqueles que me deixaram uma palavra amiga, de esperança e de conforto.

Infelizmente, a terrivel situação que vos descrevi no artigo anterior teve desenvolvimentos...

É muito triste perdermos, ou estarmos no limiar de perdermos aqueles que mais amamos.

Durante a vida discutimos, barafostámos, chateámo-nos, mas nunca , em momento nenhum deixei de amar o meu pai,

Ás vezes confesso-vos que ficava chateada com certas atitudes dele, mas hoje, digo-vos, daria tudo para que ele cá continuasse, por muitos e bons anos, para discutirmos, "partirmos a loiça"....enfim.

A vida do meu pai está presa por um fio, consultei um outro médico que me disse que o meu pai teria no máximo 2/3 meses de vida.

E agora o que é que eu faço????

Enquanto corri para todos os médicos que consegui, ainda me restava uma esperança e uma sensação de luta, de que estava a cumprir a minha missão de salvar fosse a que preço fosse, o meu paizinho.

Mas, hoje, tudo isso se desvaneceu e não há mais portas a quem bater. Sinto-me uma inútil, uma incapaz que não consegue salvar a pessoa que mais ama no mundo.

Tenho vivido uma dualidade de sentimentos esperança/fé e impotência.

Neste momento, o que domina é a impotência, a desilusão e o desgosto.

O medo do dia em que ele irá partir, corta-me o coração, faz-me querer morrer também.

Mas, sei que tenho que lhe dar força e me preparar para o que aí vem.

Este será o natal mais triste da minha vida.

Desculpem estar a partilhar o meu estado de alma connvosco, afinal habituei-vos a algo mais divertido, mas agora não o consigo fazer.

Mas, adoro os blogs e logo que tenha capacidades emocionais, voltarei à carga, a ser a vossa "diabólica".

Por agora, sou somente um ser humano profundamente ferido e com um aperto muito grande no coração.

Desejo-vos a todos vós e às vossas famílias um santo e feliz natal.

Sejam felizes!

A linha da vida é muito ténue.

17 comments:

Gaja Boa 2 said...

Infelizmente as noticias não são as melhores. Mas não te culpes, fizeste tudo o que podias!!! Nunca te arrependas, mas é agora que lhe tens que mostrar tudo. Porporcionar-lhe uma boa vida que ainda lhe resta!

um beijo de conforto

Barão da Tróia II said...

Só te posso dizer, força, para o mal e para o bem, força para enfrentar isso tudo, boa semana

Casemiro dos Plásticos said...

nem sei que te dizer... é muito dificil dizer algo nestas alturas mas força mesmo e coragem no futuro, um beijo!

Borboleta Endiabrada said...

Linda muita muita muita força!!;) vais precisar dela!!!


Beijinhos endiabrados

Joana said...

Sei perfeitamente o que estás a sentir. O meu pai também está doente e não sei o que se passa de verdade. a sensação é que nunca me contam a verdade toda.

Mas tens que ter muita força, agarrar a vida com toda a força e muitos bons sentimentos.

Espero que os médicos se enganem e que isso não passe de um "mau sonho"

Força!!
Beijinhos grandes***

Joana said...

" O mundo é um jogo, a vida uma regra e desistir é batota"

Força**

beijinhos

bbastos20 said...

Infelizmente partilho a tua dôr, estou a viver uma situação semelhante. Deixo-te a minha porta aberta para o caso de te poder ajudar de alguma maneira: bbastos20@gmail.com.
Entretanto, muita força amiga!

sonhador said...

faço meu o comentário do Casemiro dos Plásticos.

bjos.

Borboleta Endiabrada said...

feliz natal linda!!

Muita força!!

Beijinhos endiabrados

L. C. said...

Poucas vezes comentei o teu blogue. Hoje, ao fim de alguns mesitos sem cá vir, senti-me muito triste. E quis apenas deixar uma palavra de esperança, coragem e fé! Toda a força do mundo para acompanhares o teu pai nesta luta! E que consigam tornar este Natal especial e caloroso, apesar da dor.
Um grande beijinho!

**

observador said...

Nesta véspera de Natal vim aqui
para saber como ìam as coisas com a diabólica e o Pai.
É triste a situação que vive mas temos de ser fortes.
Aqui deixo um abraço

solitarioh2005 said...

É uma grande verdade que a linha da vida é muito ténue.
Uma pequena alteração no organismo..,e estamos liquidados.
Mas não vale a pena pensar muito nisto.

Topo de Gama said...

As vezes vamos buscar força onde menos esperamos... Fica um beijo com o desejo q o 2008 comece de uma forma mais positiva...

Bj

AcidoCloridrix said...

Aqui venho desejar que em 2008 dês muitas cambalhotas, e boas,,, com muito prazer e amor,,, e desfrutes tudo de bom,,, pois se tal conseguires é sinal que tb terás saúde a rodos,,,,,, HCL

MariaTuché said...

Nem sei o que te dizer minha querida, mas antes demais desculpa a minha ausência, tb eu tive um Tumor e já fui operada, mas quero que saibas que sei perfeitamente o que sentes, vivi o mesmo durante 2 anos até ao dia do meu Pai partir, e faz este mês um ano...
Também o meu Natal foi o mais triste da minha vida, mas uma coisa é certa, ele hoje está num lugar muito melhor que este em que vivemos e não sofre.
Não sei se ao leres isto a situação em que se encontra o teu querido Pai mas pensa nele querida, não podemos ser egoistas, o sofrimento neste tipo de doenças é terrivel porque eles estão conscientes até ao fim, o meu Pai começou por ter Cancro no estomago e retirou só que passado ano e meio espalhou-se e foi o fim, graças a Deus foi rápido, mas é muito doloroso.

Um beijo e quando quiseres falar e desabafar, escreve.

mariatuche@hotmail.com (sms)

Um beijo enorme e força linda

Branca de Neve e Os Cromos Repetidos said...

Ás vezes encontramos dentro de nós forças que nunca supunhamos ter. Procura bem dentro de ti, essa força deve andar por aí escondida.

Lembra-te que o sentimento de culpa não te irá ajudar a superar a situação, apenas te irá injustamente torturar.

O mundo é. (ponto final).
Não akilo k desejamos, é simplesmente.

E com o k temos só nos resta fazer o melhor k conseguirmos.

E tu fizeste a tua parte.

Tudo de bom para 2008
Beijinho grande

PEIXE said...

É preciso é ter força!!

BEIJOS